quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Logotipo

Bom dia,

Equipa que é equipa tem símbolo, certo ? Certo...!

António Jaloto, um dos membros da nossa simpática equipa criou um logotipo bem fixe.


Já só faltam os coletes :)



quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Á procura dos Sargos


Bom dia,

Uma vez que as Corvinas no Tejo já vão sendo poucas, ou, saindo com menos regularidade e tamanho, eu e o Paulo Silva, decidimos que chegou a altura de procurar Sargos.

Optamos por procurar pesqueiros, sendo que o primeiro tentamos Santo Amaro de Oeiras.

A noite um pouco ventosa, o que impediu de conseguir ver grandes "toques", a maior parte dos Peixes ferraram sózinhos.


Apenas com casulo e Lingueirão, pegaram mais na minhoca, não havendo cerveja, optaram por não mariscar.


11 Sargos e uma Salema.

A Salema, ficou para um gatinho que andava lá nas rochas, nada se perde...tudo se transforma.



quarta-feira, 3 de outubro de 2012

A história de uma cagão

Bom dia,

Pouco tempo antes de  Agosto de 2011, o Carlos Dias ainda não sabia pescar.

Nas poucas vezes que me foi visitar á pesca, numa de convívio, espantado dizia :

- " Que paciência, estar horas a olhar para as canas..."


Em Agosto, tirou a licença de pesca, e lá vai ele...

Ensinei tudo o que sabia, de pouco ou muito que sei, aprendeu rápido e hoje é um pescador á maneira.


A história do cagão, trata-se de um homem, que decide tornar-se pescador, e pouco tempo depois em noites que ninguém apanha nada, o Carlos apanha.
Vários Homens a tentar as corvinas, mas ninguém apanha...O Carlos tira 9.

Em Locais que só aparecem Sargos pequenos, o Carlos tira grandes...

Enfim, uma "catrefada" de situações, em que nada faz melhor que ninguém, nem pior que ninguém, mas a sorte que acompanhava os audazes, lema muito antigo dos Comandos Portugueses, passaram a ser quase um lema, mas para este Sr. Carlos Cagão Dias.


Todos ficamos contentes que o Carlos seja um bom pescador, e que tenha a sorte que tem, mas paciência tem limites.


Um grande abraço Carlos.


Aqui, uma foto tirada em casa, com uma congelada e umas frescas...

Cagãããoooo



segunda-feira, 1 de outubro de 2012

A primeira pesca do Lourenço

Boa noite,

Ontem, pela primeira vez, levamos o Lourenço á pesca. Depois de já várias vezes o Pai ter vindo connosco, mais por uma questão de convívio, acabando por pescar connosco também, lá chegou a sua vez.

Preparamos a noite para ele bem preparadinha, cana bem pequena com cerca de 1.80mt, chumbadinha de 30gr e um anzol bastante pequeno, talvez um nr 8, para que a primeira vez não fosse monótono, apenas para não perder o entusiasmo com que chegou.

O Américo, trouxe de casa uma Sargueta, e com objectivo de a colocar no anzol dele, todos sabiamos, menos o Lourenço.

Estrategicamente, o Carlos Dias convidou-o para ir ao café e depois de alguma insistência lá foi convencido a ir.

Apressamo-nos, pois tinha-mos cerca de 3 minutos para fazer tudo, por acaso correu bem hehe


A sua ansiedade de ver Peixe fora de Água foi maior que ele e assim que chegou a primeira coisa que fez foi perguntar-me:

- "Primo, o Peixe foi lá á minha cana !? "

Ao que respondi:

-"Não sei, mas podes puxar porque a minhoca já pode não lá estar..."


A caminhada do Lourenço até á cana foi engraçada, pois juntou cerca de 10 pessoas a assistir á cena, todos   sabendo o resultado final.

Lá o Lourenço tirou a sua primeira Sargueta, momentos de risos se seguiram e todos o brindamos como se fosse um feito heróico.

Não há registo fotográfico, porém, ficamos satisfeitos, pois o que queríamos era que o menino de 8 anos que vem a primeira vez a pesca, não fosse triste por não ter apanhado nada...


Continuou na sua pesca, e de repente, algo aflito, vemos o Lourenço, sózinho e...vejam pois uma imagem vale mais que mil palavras...

uma história engraçada, que nos fez rir á grande, pois para não lhe tirar o entusiasmo fizemos uma brincadeira e acabamos por ficar parvos a assistir ao grande momento.

Boa Lourenço.